ANÁLISE CRÍTICA DA CULTURA ORGANIZACIONAL

o caso de uma empresa familiar

  • Thayna Caroline Tréssino Graduanda em Administração FCAV- UNESP – Jaboticabal, São Paulo – Brasil.
  • Bruna Cristina de Lima Candido Graduanda em Administração FCAV- UNESP – Jaboticabal, São Paulo – Brasil.
  • Lesley Carina do Lago Attadia Galli Profa. Dra. da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias –UNESP –Jaboticabal –São Paulo –Brasil.
Palavras-chave: Cultura Organizacional. Comportamento Organizacional. Empresa Familiar.

Resumo


As organizações atuais se caracterizam pela presença de culturas corporativas próprias e muitas vezes especificas. Deve-se considerar que cada empresa possui um universo próprio, com valores, hábitos, crenças, costumes e normas que determinam ou direcionam o comportamento dos colaboradores, distinguindo-as de outras. A cultura organizacional é extremamente importante nas organizações, podendo indicar possíveis caminhos para melhorias do ambiente de trabalho e para a produtividade da empresa. O artigo busca caracterizar a cultura organizacional de uma empresa familiar através da identificação seus principais elementos. Para tanto foi realizada uma pesquisa aplicada, de caráter descritivo, abordagem qualitativa, utilizando como método o estudo de caso. Como principais resultados foram identificados os fatores facilitadores e restritivos da gestão da cultura no contexto de uma organização familiar.

Publicado
28/12/2020
Seção

Mercadológica e Gestão Estratégica da Competitividade Organizacional / Competitividade e vantagem competitiva