OS OS SUBSISTEMAS DE GESTÃO DE PESSOAS EM EMPRESAS FAMILIARES DO AGRONEGÓCIO

recrutamento e seleção e remuneração

  • Cristiane Sonia Arroyo Profa. Dra. Membro do Grupo de Pesquisa CEPECAF – UNESP – Jaboticabal – São Paulo – Brasil.
  • Lesley Carina do Lago Attadia Galli Profa. Dra. da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias – UNESP – Jaboticabal – São Paulo – Brasil.
  • Glaucia Aparecida Prates Profa. Dra. – UNESP – Itapeva – São Paulo – Brasil.
  • Sheila Farias Alves Garcia Profa. Dra. da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias – UNESP – Jaboticabal – São Paulo – Brasil.
  • Ana Margarida Theodoro Caminhas Profa. Dra. do Departamento de Economia, Educação e Administração da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias – UNESP – Jaboticabal – São Paulo – Brasil.
Palavras-chave: Empresa Familiar. Gestão de Pessoas. Recrutamento. Seleção. Remuneração

Resumo


O objetivo é identificar como o processo de gestão de pessoas vem sendo executado nas empresas familiares do agronegócio da região de Jaboticabal-SP, tendo como referência a visão dos funcionários com foco em dois subsistemas de RH: recrutamento e seleção e remuneração. O método de pesquisa é o levantamento de dados. Um questionário do tipo estruturado foi elaborado e aplicado. Como fator limitante predomina as caraterísticas de empresas familiares como: dificuldade de modernizar e profissionalizar, recrutar por indicação de funcionários, favorecer parentes na promoção. Como fator facilitador 85% dos entrevistados acham o sistema de recrutamento eficiente. O resultado indica que o processo de gestão de pessoas das empresas familiares está regular com sugestões de melhora no fator limitante.

Publicado
28/12/2020
Seção

Mercadológica e Gestão Estratégica da Competitividade Organizacional / Gestão estratégica de pessoas e segurança do trabalho