CUSTO X BENEFÍCIO DO USO DOS EPIs E EPCs NA ÁREA DA SOLDAGEM

estudo de caso na empresa Engevap Engenharia e Equipamentos Ltda de Sertãozinho-SP

  • Giovanni Henrique Marques da Silva Estudante do Curso Superior de Tecnologia em Mecânica: processos de soldagem da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil.
  • Danilo Junior Castro de Oliveira Estudante do Curso Superior de Tecnologia em Mecânica: processos de soldagem da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil.
  • Maria Aparecida Bovério Profa. Pós-Dra. da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil.
Palavras-chave: EPI. EPC. Segurança. soldagem

Resumo


Esse artigo pesquisou sobre a saúde e segurança no trabalho, dedicando-se à investigação dos Equipamentos de Produção Individual (EPI) e dos Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) na área da soldagem. O objetivo foi investigar a importância do uso dos EPIs e dos EPCs na empresa Engevap, de Sertãozinho/SP e analisar o custo x benefício da utilização dos equipamentos, bem como sua durabilidade. Os objetivos específicos foram verificar na literatura quais são os tipos de acidentes que podem ser ocasionados pela falta dos EPIs e EPCs e identificar quais são os riscos e acidentes de trabalho pela falta do uso, assim como quais são as precauções necessárias de segurança no âmbito dos processos de soldagem. Partiu-se da hipótese de que o custo x benefício é viável para a empresa e para os funcionários, pois ao se utilizar corretamente os EPIs e EPCs, além de a empresa atender às normas do Ministério do Trabalho, de saúde e segurança no trabalho, previne acidentes e evita afastamentos médicos. Como procedimento metodológico foi realizada a pesquisa bibliográfica e um estudo de caso na Engevap. Como resultados foi possível verificar que o uso do EPI e do EPC é crucial, especialmente na área de soldagem. Concluiu-se que o custo-benefício do oferecimento dos EPIs e EPCs na área da soldagem é baixo, pois a  durabilidade da maioria dos EPIs é significativa e, no caso dos EPC´s o custo-benefício é muito significativo, pois o tapume é de ferro e, por isso, nunca quebrou.

Publicado
28/12/2020
Seção

Mecânica e Metalurgia de Transformação / Metais e ligas: estrutura, propriedades físicas e mecânicas