IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE DESCARTES DE RESÍDUOS DE AMOSTRAS METÁLICAS DO LABORATÓRIO DE METALOGRÁFIA DE INSTITUIÇÃO PÚBLICA DE ENSINO – SERTÃOZINHO (SP).

  • Prof. Esp./Mestrando Antônio Carlos Muniz Ventura Junior Faculdade de Tecnologia (FATEC) – Sertãozinho – SP – Brasil
  • Profa. Esp. Raquel Gomes Meirelles Faculdade de Tecnologia (FATEC) – Sertãozinho – SP – Brasil
  • Profa. Mestra Marcia Aparecida Gomes Faculdade de Tecnologia (FATEC) – Sertãozinho – SP – Brasil
Palavras-chave: Resíduos sólidos. Materiais metálicos. Laboratório

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo avaliar e pesquisar como os rejeitos metálicos do laboratório (a alumina e compostos ferrosos) são descartados pela unidade e de que maneira está sendo feito o controle destes resíduos na área da instituição pelos usuários do laboratório de metalografia que utilizam estas amostras e controlam o volume de resíduos diários descartados pela unidade para o meio ambiente, na linha de esgoto. A partir deste levantamento do volume de resíduos, elaborar um planejamento de controle de descartes e direcionar este volume para tratamento ou armazenamento destes resíduos para descartes ao meio ambiente. Estas análises de estudo seguiram a Norma ISO 14000. Atualmente o volume descartado de materiais ferrosos e de alumina não são filtrados e coletados para analisar o impacto que este volume pode causar ao meio ambiente como dejetos na rede de esgoto. Sendo assim, coletam-se amostras destes rejeitos do laboratório e a partir dos resultados, ações propostas e se necessário, tratamentos dos resíduos e um local de armazenamento ser implantado na área da unidade para o eventual descarte ao meio ambiente. Com a implantação do sistema de gestão ambiental – SGA os resultados coletados na instituição atendem a Norma e a Lei de Resíduos Sólidos para os descartes e, portanto, a implantação do PDCA (Planejar, Realizar, Verificar, Atuar). 

Publicado
2018-12-20
Seção

Mecânica e Metalurgia de Transformação / Meio ambiente e aproveitamento de energia