NORMA A.W. S D1. 1

elaboração e qualificação “passo a passo” de um processo préqualificado (WPS)

  • Laerte Tito Guerreiro Estudante do Curso Superior de Tecnologia em Mecânica: processos de soldagem - Faculdade de Tecnologia (FATEC) – Sertãozinho – SP – Brasil
  • Profa. Mestra Márcia Aparecida Gomes Faculdade de Tecnologia (FATEC) – Sertãozinho – SP – Brasil
  • Profa. Pós-Dra. Maria Aparecida Bovério Faculdade de Tecnologia (FATEC) – Sertãozinho – SP – Brasil
Palavras-chave: Norma AWS D1.1. Processo pré-qualificado. Soldagem. ASTM-A36 grupo II

Resumo


Este artigo apresenta os resultados da pesquisa que investiga a qualificação “passo a passo” sobre o processo pré-qualificado de uma especificação de soldagem utilizando-se o processo semiautomático, soldagem por arco elétrico com gás de proteção, Gás Metal Arc. Welding (GMAW), com material de base ASTM-A36 grupo II. O material escolhido para a especificação do procedimento de soldagem (EPS) foi a chapa ASTM A36 GRUPO II, com espessura de 12.7mm, para ser soldada no processo GMAW, com consumível de solda ER70S-X, na posição de soldagem 1G, 2G, 3G, 4G. As metodologias adotadas foram a pesquisa bibliográfica e a documental, por meio da análise do capítulo 3 da norma A.W.S. D1. 1. Verificou-se que é possível seguir um “passo a passo” para a qualificação do processo pré-qualificado e como resultados de pesquisa conclui-se que se for seguido o processo préqualificado através da norma a possibilidade de a solda apresentar problema é mínima, O uso de juntas e WPSs pré-qualificadas não necessariamente garante soldas boas. A capacidade de fabricação ainda é requerida, junto com supervisão de soldagem efetiva e cognoscível para produzir consistentemente boas soldas.

Publicado
2018-12-20
Seção

Mecânica e Metalurgia de Transformação / Fundição e soldagem