A NOVA POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO PAULISTA E O POLO METALOMECÂNICO DE SERTÃOZINHO-SP

  • Diógenes Bosquetti Prof. Pós-Dr. da Supervisão Regional 9: Ribeirão Preto/Franca/Barretos – São Paulo – Brasil
  • Omar Maluf Prof. Dr. da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil
  • Clésio Aparecido Marinho Prof. Esp./mestrando da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil
  • Juliano Endrigo Sordan Prof. Dr. da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil
  • Alessandro Fraga Farah Prof. Dr. da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil
Palavras-chave: Administração. Arranjo Produtivo Local. Política Governamental. Polo Metalomecânico

Resumo


O arranjo produtivo local das indústrias de Sertãozinho foi alvo de pesquisa da Faculdade de Tecnologia “Deputado Waldyr Alceu Trigo”. Nesta pesquisa, diversas características e particularidades das empresas foram obtidas, permitindo obter dados e informações de seu atual estado, bem como conhecendo suas aspirações, anseios e medos. Recentemente, o governo do Estado de São Paulo anunciou a implantação de uma política de desenvolvimento, o qual tal polo se encontra inserido. Os principais pilares desta ação governamental são: Simplificação Tributária, Redução de Impostos, Incentivos Fiscais, Novas Linhas de Crédito, Investimentos em Tecnologia e Inovação, Qualificação de mão de obra, Investimentos em Infraestrutura e serviços, Desburocratização. Assim sendo, investiga-se como tais fatores podem influenciar tal parque tecnológico, tendo em vista sua modernização, desenvolvimento e diversificação de sua produção. A metodologia de prospecção de dados adotada foi a de envio e coleta de questionários individualizados nas empresas de Sertãozinho/SP, bem como a realização de visitas técnicas às corporações da localidade.

Publicado
19/12/2019
Seção

Mercadológica e Gestão Estratégica da Competitividade Organizacional / Estudos Organizacionais: interações sociais e diversidade