A LOGÍSTICA REVERSA E OS FATORES SOCIOAMBIENTAIS E ECONÔMICOS

um estudo de empresas do setor cosméticos e de óleo vegetal

  • Manuella Cristine Nascimento Tecnóloga em Gestão Empresarial pela Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – SP – Brasil
  • Mariana Angélica dos Santos Tecnóloga em Gestão Empresarial pela Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – SP – Brasil
  • Gabriela Souza Assis Ferreira Profa. Me. da Faculdade da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – SP – Brasil
Palavras-chave: Logistica reversa. Sustentabilidade. Responsabilidade Social

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar e identificar os motivos pelos quais as empresas estudadas aplicam a Logística Reversa e como, a partir desse processo, conseguiram buscar benefícios, além de reduzir custos. Com o constante avanço do conhecimento da população em geral e um mundo cada vez mais globalizado, a Logística Reversa chega para agregar valor a esse cenário, trazendo, em sua amplitude, a preocupação com o retorno dos produtos de pós-venda ou pós-consumo. Após análise das empresas O Boticário, Natura, Soya e Liza, por meio de informações disponibilizadas nos sites das empresas, foi possível observar que o primeiro motivo para aplicar esse processo é a preocupação com a legislação ambiental, pois as empresas geram constantemente resíduos que precisam ter uma destinação correta. Nota-se que, após cumprimento das leis ambientais, surgem ideias e inovações, fazendo com que as embalagens descartadas sejam recolhidas e encaminhadas para o processo de reciclagem, gerando renda, empregos para a população e parcerias com pequenas empresas. Há também a utilização do óleo usado para a produção de biodiesel, que pode ser vendido para diversas finalidades, gerando receita para as empresas, além de reduzir a poluição de milhares de litros de água e evitar a emissão de Co². Dessa maneira, o desejável é que os consumidores analisem e adquiram produtos de empresas responsáveis ambientalmente.

Publicado
19/12/2019
Seção

Mercadológica e Gestão Estratégica da Competitividade Organizacional / Responsabilidade socioambiental e sustentabilidade