PRÁTICAS DE RECOMPENSAS NAS ORGANIZAÇÕES

um estudo sob a ótica dos funcionários

  • José Mário Cardoso Neri Graduando do Curso de Tecnologia em Gestão Empresarial da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil
  • Helenita Rodrigues da Silva Tamashiro Professora Doutora da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil
  • Valéria Aparecida Martins Ferreira Professora Mestre da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil
  • Mara Regina Mellini Jabur Professora Mestre da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Sertãozinho – São Paulo – Brasil
Palavras-chave: Práticas de recompensas. Motivação

Resumo


O objetivo central desta pesquisa foi analisar as percepções dos funcionários sobre as práticas de recompensas praticadas pelas organizações. Para tanto, realizou-se uma pesquisa quantitativa, composta por uma amostra de 237 respondentes. No tratamento dos dados, adotou-se a análise de frequência para traçar o perfil geral dos respondentes. Nos tratamentos dos demais dados, relacionados ao objeto estudado, utilizou-se a Modelagem de Equações Estruturais PLS para a purificação dos dados, por meio do software Statistic Package for Social Sciences (SPSS), versão 21.0 e, também, o software SmarthPLS 2.0, amplamente utilizados em estudos acadêmicos que trabalham com a Modelagem de Equação Estrutural – (MEE). Os resultados indicam haver forte correlação entre as variáveis independentes e dependentes, dimensões analisadas na pesquisa, com exceção da variável dependente, motivação.

Publicado
2019-12-19
Seção

Mercadológica e Gestão Estratégica da Competitividade Organizacional / Gestão estratégica de pessoas e segurança do trabalho